VASO 7 ERVAS

Vamos lá dar a conhecer o vaso de 7 ervas!

A junção destas 7 ervas, sim são sempre as mesmas 7 ervas, é muito conhecida pela sua capacidade de harmonização da energia do espaço onde é colocado, bem como proteção e prosperidade.

O desafio desta criação foi-me lançado pela @tendadamironga, e o qual eu aceitei de imediato. Não só pelo seu significado energético e que segue, também, no contexto do feng shui, como pela vontade de montar um vaso ou uma kokedama com 7 lindas plantas.

Então vamos lá ver quem são as miúdas que pertencem a este vaso místico e falar um bocadinho acerca de cada uma!

1 – Manjericão
2 – Alecrim
3 – Espada-de-São-Jorge
4 – Arruda
5 – Guiné
6 – Pimenta
7 – Dieffenbachia (Comigo-ninguém-pode)

As harmonizadoras aqui da zona são: o manjericão tem propriedades calmantes, trazendo paz de espírito e amor ao local onde é colocado; o alecrim eleva o campo vibracional dos ambientes e das pessoas que o rodeiam, facilitando a conexão com o nosso lado espiritual; a espada-de-São-Jorge possuí a capacidade de purificar e proteger o espaço de campos vibracionais mais baixos.

As protetoras de serviço aqui da zona são: a arruda, considerada uma planta quente, pode fazer reagir as peles mais sensíveis ao toque, é considerada o termómetro do ambiente, pois é a primeira planta a ir à vida aquando a presença de pessoas que tragam consigo frustrações e invejas; a guiné tem um elevado carácter de limpeza energética do ambiente envolvente e transmutando o que é negativo em positivo. Vejo-a como uma busca polos! a pimenta (pimenteira) esta é outra que serve como termómetro (como a arruda), é outra que vai desta para melhor na presença de campos vibracionais de baixa frequência, como ódio, raiva, frustração e inveja. Atrai ainda energia do amor e prosperidade para os espaços de negócios onde é colocada; a Dieffenbachia, mais conhecida como “comigo-ninguém-pode” bastante conhecida pelo seu elevado poder de mandar abaixo magias e feitiços lançados alheiamente. (escusamos de pensar em bruxaria, basta aquele amigo que te observa e sente inveja até do garfo em que agarras. Inconscientemente esse tipo de pessoas lançam sobre os outros energias de estagnação e autossabotagem!) E esta miúda não passa para o lado de lá, mantém-se firme e forte, sempre pronta para a próxima batalha de proteção.

Concluindo, a junção destas 7 plantas num só vaso proporciona aos habitantes e ao ambiente uma variada e elevada sensação de harmonia, bem-estar, proteção, aumento da vibração do amor, limpeza, prosperidade, atração de clientes e novos projetos. Pois quando um ambiente está equilibrado e livre de peçonhas a vida fluí como um leito de um rio calmo e prazeroso.

Podes colocá-la em qualquer divisão da tua casa, bem como no teu escritório e/ou espaço comercial. 

Relativamente à rega e à sua coabitação: temos aqui plantas que não gostam de encharcamentos ou de muitas regas a conviver com plantas que adoram água. 
O truque que encontrei para que todas habitem de forma feliz e sem mortes assistidas foi regar localmente, ou seja, o nosso manjericão todos os dias leva um pinguinhas de água, o nosso pimenteiro igual. Já as restantes miúdas ficam a seco, pois a quantidade de água que dou é mínima e mesmo localizada, fazendo com que ela disperse o mínimo possível para as restantes miúdas alérgicas à água.

A questão da luminosidade, temos aqui quem adore estar chapada ao sol e temos aqui princesas que “aí credo sol nem vê-lo”. A solução que encontrei foi uma zona da casa onde batem aqueles raios de sol pela manhã fraquinhos, assim com uma cortina bem transparente, onde quem quer sol apanha e quem não gosta fica ali filtrada pela cortina, visto que os raios da manhã são fraquinhos.

A sua coabitação, bem não há relatos que elas se deem mal, pelo menos que eu saiba, estarem mais juntas ou mais afastadas também irá depender do tamanho do vaso e das plantas que vocês quiserem. É como tudo na vida.

Uma outra dica que posso deixar é: quando plantarem cada planta podem agrupá-las por quem é mais similar, ou seja, quem gosta de água fica aglomerada de um lado do vaso com as amiguitas todas, quem não gosta fica no lado oposto e quem não está nem aí fica a meio na transição!

Não tenham medo de juntar plantas diferentes, nunca se esqueçam que as plantas são mega resistentes, fénix autênticas. Frágeis somos nós humanos 😉

Não tenham medo de juntar plantas diferentes, nunca se esqueçam que as plantas são mega resistentes, fénix autenticas. Frageis somos nós humanos 😉

Espero que tenham gostado de conhecer este novo produto da Quimera e da Tenda da Mironga! Juntar o útil ao agradável, levando conhecimento da natureza para benefício da nossa energia, aumentando assim o nosso Universo de possibilidades!

Beijinhos
Carolina Stoffel

Deixe uma resposta